Você está aqui
Página Inicial > Carnaval 2017 > Baterias são os destaques das escolas no último fim de semana de ensaios técnicos

Baterias são os destaques das escolas no último fim de semana de ensaios técnicos

Compartilhe:

A ultima semana de ensaios técnicos no sambódromo do Anhembi foi de tirar o fôlego, com novo agremiações dividido em três dias. Os ensaios começaram na última quarta (31), com duas escola do Grupo de Acesso, o Águia de Ouro e Camisa Verde e Branco. A quinta (01) de treinos ficou marcado por três agremiações do Grupo Especial , a primeira a pisar na Avenida foi a Gaviões da Fiel, em seguida vieram Unidos do Peruche e X-9 Paulistana. Já o último dia de ensaios ficou reservado para quatro escola, a Mancha Verde, Tom Maior,  Acadêmicos do Tatuapé (atual Campeã) e encerrando a noite e os treinos a Vai-Vai.

Foto: Marcelo Messina/Liga SP

A primeira a realizar o seu ensaio foi a Águia de Ouro, que levará para o Anhembi o enredo “Mercadores de Sonhos, a Águia de Ouro”. A Azul e Branca da Pompéia fez mais um grande treino, com destaque para o forte canto da comunidade, que foi linear pelas alas, e o ótimo entrosamento dos intérpretes Douglas Aguiar, Fernandinho SP e Serginho do Porto. Outro ponto forte foi a batucada da Pompéia de Mestre Juca, que abusou das paradinhas pela Avenida, que levantou os presentes no Sambódromo.

Em seguida foi a vez do Camisa Verde e Branco que tem como enredo “100% Camisa Verde e Branco carnavalizando Mário de Andrade. O berço do samba, o poeta e o herói na Pauliceia Desvairada”. O destaque do treino foi o carro de som a escola, que é comandada por Nêgo, que fará sua estréia na escola, onde levou o samba com muita segurança e ainda ajudou no desenvolver do canto da comunidade do Camisa. Outro destaque ficou a cargo do primeiro casal de Mestre-Sala e Porta-Bandeira, Vinicius Henrique e Joice Prado, que farão sua estréia na agremiação.

A primeira a realizar o seu treino na sexta (01) foi os Gaviões da Fiel, que tem como enredo “Guarus… Na Aurora da Criação a Profecia Tupi – Prosperidade e Paz aos Mensageiros de Rudá”. O destaque do ensaio foi a Bateria Ritmão, comandada por Mestre Ciro, que deu um show de paradinhas e bossas pela Avenida. Outro ponto forte foi o carro de Som, capitaneado por Ernesto Teixeira, que levantou a comunidade e todos os presentes com sua irreverencia de sempre.

Em seguida foi a vez da Unidos do Peruche, que levará o enredo “Peruche celebra Martinho. 80 anos do Dikamba da Vila”. O destaque da Unidos do Peruche foi a bateria Rolo Compressor, comandada por Mestre Call, que abusou das bossas e breque pela Avenida. Outro destaque ficou por conta da comunidade perucheana, que cantou forte por todas as alas.

A última a realizar seu treina no penúltimo dia de ensaios foi a X9 Paulistana, que levará para o Anhembi o enredo ” A voz do samba é a voz de Deus. Depois da tempestade, a bonança“. O destaque do ensaio foi a bateria Pulsação Nota 1000, comandada pelos Mestres Kiko e Fábio, que abusou nos breques durante a Avenida. Outro destaque foi o carro de som, comandado por Darlan Alves que mais uma vez levantou o Anhembi e ainda ajudou no canto da comunidade que deu um show pela Passarela do Samba.

Foto: Marcelo Messina/Liga SP

A primeira a realizar o seu ensaio no último dia de treinos foi a Mancha Verde que levará para o Anhembi o enredo “A Amizade – A Mancha agradece do fundo do nosso quintal”. O destaque ficou por conta do carro de som, capitaneado por Fredy Vianna, que levantou os presentes no Anhembi, e ainda a bateria Puro Balanço, de Mestre Maradona, que abusou dos breques e paradinha pela Avenida. Outro ponto forte foi o primeiro casal de Mestre-Sala e Porta-Bandeira, Marcelo e Adriana, que esbanjaram simpatia e elegância durante a dança.

A segunda a realizar o seu ensaio foi a Tom Maior, que tem como enredo “O Brasil de duas Imperatrizes: De Viena para o novo mundo. Carolina Josefa Leopoldina, de Ramos, Imperatriz Leopoldinense”.O destaque do ensaio foi mais uma vez a comunidade Vermelha e Amarela, que compareceu mais uma vez em peso com muita animação e com o samba na ponta da língua.  Outro ponto positivo foi a bateria Tom 30, de Mestre Carlão, que abusou dos breques e levou o público presente no Sambódromo do Anhembi ao delírio.

A penúltima a realizar o seu ensaio foi a campeão do carnaval Paulistano em 2017 e que em 2018 busca o Bí, a Acadêmicos do Tatuapé, que tem o enredo “Maranhão, os tambores vão ecoar na terra da encantaria”. O destaque foi a junção da bateria Qualidade Especial, de Mestre Higor e ao carro de som, regido por Celsinho Mody. A bateria realizou várias bossas bem executadas que levantou os presentes no Anhembi, já Celsinho mostrou mais uma vez que é um dos grandes do carnaval, com sua alegria e profissionalismo o cantor levantou os presentes e ainda impulsionou o canto de toda a comunidade.

A última a pisar na Avenida em 2018 nos ensaios técnicos foi a Vai-Vai, a escola do Povo. A agremiação levará para o Anhembi o enredo “Sambar com fé eu vou”.O destaque foi a junção do carro de som, capitaneados por Gilsinho e Grazzi Brasil, e da Bateria Pegada de Macaco de mestre Tadeu.  A dupla de interpretes mostrou que apesar do pouco tempo de trabalho juntos, o casamento das vozes foi de arrepiar na Avenida. A bateria de Meste Tadeu sustentou o samba com o seu andamento mais acelerado que ajudou muito o samba em homenagem ao cantor e compositor Gilberto Gil.

Foto: Marcelo Messina/Liga SP
Compartilhe:

Comente este notícia

Top