in , , , , ,

Beija-Flor empossou novo presidente

Uma celebração em honra a São Jorge, feijoada para comemorar o título do Carnaval deste ano, e show de Neguinho da Beija-Flor, com bateria e passistas, marcaram no último sábado, 21, a posse de Nelson Sennas David, o Nelsinho, de 39 anos, na presidência da Beija-Flor. Na quadra da escola, em Nilópolis, além de representantes de todos os segmentos e componentes das alas de comunidade, estiveram dirigentes de várias agremiações, o presidente da Liga Independente das Escolas de Samba, Jorge Castanheira, e Aílton Guimarães Jorge, ex-presidente da Liesa.

Em vários momentos da festa, o novo presidente da escola, que tem como vice o primo Ricardo Martins David, não segurou a emoção e chorou, admitindo que chegar à presidência da agremiação fundada pelo avô, José Rodrigues Sennas, e presidida pelo pai, Nelson Abrahão David, era um sonho que ele tinha desde a adolescência.

Ausentes por conta de compromissos profissionais, torcedores ilustres da azul e branco como Edson Celulari e Cláudia Raia gravaram depoimentos em vídeo felicitando e desejando sucesso ao novo presidente. O padre Fabio de Mello, também torcedor da escola, enviou solicitações por e-mail, enquanto o governador Sergio Cabral desejou sorte a Nelsinho através de um telegrama.

O novo presidente reafirmou que pretende ampliar e dar mais visibilidade aos projetos sociais da escola, atrair novos parceiros com a implantação de um departamento de marketing, e movimentar mais a quadra, voltando a fazer com que o espaço amplie sua posição de referência cultural do município. Nelsinho também comentou sobre o Carnaval 2012, quando a Beija-Flor vai levar à Avenida um enredo sobre os 400 anos de São Luís do Maranhão.

– Não vamos falar de política. O desfile vai mostrar o folclore e a rica cultura da região – afirmou o mais jovem presidente da atual campeã do Carnaval carioca.

Fotos: Irapuã Jeferson/Ricardo Almeida

What do you think?

0 points
Upvote Downvote

Written by Redação TDS

Regina reeleita no Salgueiro

Viradouro reelegeu presidente