Você está aqui
Página Inicial > Carnaval 2017 > Clube do Samba-Enredo volta e emociona sambistas de São Paulo

Clube do Samba-Enredo volta e emociona sambistas de São Paulo

Compartilhe:
A noite da última quinta-feira (09/11) entrou para a história do Carnaval de São Paulo. A banda Quesito Melodia apresentou o show da volta do projeto Clube do Samba – Enredo e trouxe três convidados mais que especiais que abrilhantaram a noite: a cantora Bernadete e os cantores e compositores Ideval Anselmo e Dom Marcos.
“Um exercício de samba-enredo.” Assim definiu a presidente da Sociedade Rosas de Ouro, Angelina Basílio, que esteve presente acompanhada do seu marido Sérgio Ferreira no bar Vila do Samba no show da banda Quesito Melodia que homenageou os sambas-enredo inesquecíveis do Carnaval de São Paulo na volta do projeto Clube do Samba-Enredo. Esse é o primeiro de três apresentações que vão anteceder o DVD que será gravado em março do ano que vem e tem o apoio da Liga das Escolas de Samba de São Paulo.
Antes da abertura do show, os quatro intérpretes das escolas de samba que compõe a banda: Darlan Alves da X-9 Paulista, Douglas Aguiar da Águia de Ouro, Vagner Mariano da Estrela do 3°Milênio e Afonso BV da Vai-Vai, presentearam um dos sócios do Vila do Samba com um pavilhão com a nova logomarca do projeto. A tradicional casa é conhecida pela decoração com pavilhões das escolas de samba e blocos do carnaval de São Paulo distribuídos nas paredes e por ser o reduto dos sambistas, principalmente na época em que os ensaios pré-Carnaval ainda não começaram nas quadras.

“Tenho um carinho especial pelo grupo que já é da casa e sou um incentivador do estilo samba-enredo. Esse pavilhão vai ficar num lugar muito especial”, declarou Victor Gregoraci.

Convidados especiais
Uma das bandeiras do Clube do Samba-Enredo é enaltecer os grandes compositores e intérpretes que fizeram história e marcaram a maior festa popular brasileira. Além de imortalizar as grandes canções, que até hoje emocionam os sambistas e eternizaram desfiles ao longo do tempo, a banda preserva a história do Carnaval.
A movimentação no camarim já anunciava que a noite seria emocionante. A presidente da Tom Maior, Luciana Silva, fez questão de cumprimentar pessoalmente todos os artistas.  O Quesito Melodia abriu o show com uma sequência dos sambas- enredo mais amados e empolgou o público presente.  A cantora Bernadete, que vai comemorar 45 anos de profissão na avenida no próximo ano, foi a primeira convidada a subir no palco. Bernadete compõe o time de canto da Unidos do Peruche e relembrou grandes sucessos da sua agremiação como “Águas Claras”, “Filhos de mãe preta” e encerrou sua participação sob muitos aplausos.
Na sequência, trajado elegantemente com as cores da sua escola do coração com terno bege claro, camisa verde, chapéu e os clássicos sapatos de sambista, Ideval Anselmo foi recebido com muito carinho e emoção.  Considerado um dos maiores poetas do estilo musical com mais de 20 composições em diversas escolas de samba, pai da canção “Narainã, a alvorada dos pássaros”, tetra campeão no Camisa Verde e Branco nos anos de 1974, 76, 77 e 79 e campeão na Rosas de Ouro em 84, Ideval ainda relembrou os “sambas de quadra” mais cadenciados, com letras curtas, temas de amor, boêmia e exaltação às escolas e assim marcou sua participação no Clube com toda sua intocável bagagem cultural.
Pra encerrar a noite de homenagens, Dom Marcos, acompanhado da sua família, mostrou que continua cheio de energia. Brincou com o público, relembrou suas passagens nas escolas e cantou suas composições de maior sucesso “Babalotim, a história dos afoxés”, “Do iorubá ao reino de oyó” e “Catopês do milho verde. De escravo a rei, esse último Dom Marcos chamou o filho Dom Júnior e o sobrinho Rodrigo para cantar com ele. A performance emocionou o vice-presidente da Colorado do Brás, Gilson Ramalho, que é um dos grandes incentivadores e parceiro do projeto.
“Foi uma noite mágica para o samba de São Paulo com a presença de baluartes, personalidades do samba, diretores, compositores e componentes. Era esse clima emocionante que queríamos proporcionar ao nosso público que nos acompanha há mais de uma década”, declara Darlan.
Compartilhe:

Comente este notícia

Top