in , , , , , ,

Em Cima da Hora fez desfile digno, mas componentes não cantaram um dos clássicos dos desfiles

A Em Cima da Hora abriu na noite de sexta-feira, 28, a maratona de desfiles na Marquês de Sapucaí. A escola do bairro de Cavalcanti, subúrbio carioca, escolheu levar para a abertura dos espetáculos da Série A, um dos clássicos dos desfiles do Rio, “Os Sertões”, que a azul e branco cantou na Avenida em 1976.

Embora seja uma obra bastante conhecida e que atravessou gerações, o samba não foi cantado por grande parte dos componentes, que desconheciam a letra, o que acabou frustrando um pouco os amantes da folia.

Um dos pontos altos da apresentação da escola foi a comissão de frente com componentes de pernas de pau, que em alguns momentos, interagiam com o casal de mestre-sala e porta-bandeira.

O carnavalesco Marco Antonio criou fantasias e alegorias criativas, de fácil leitura e que contaram bem o enredo. A escola que luta para se manter na Série A não empolgou o público.

Torcedor da agremiação, o jornalista Sergio Cabral, foi destaque de uma das alegorias.

 

Fotos: Riotur

 

 

 

 

 

 

 

What do you think?

0 points
Upvote Downvote

Written by Redação TDS

Renascer de Jacarepaguá fez desfile irregular na homenagem ao cartunista Lan

Porto da Pedra foi um dos destaques do desfile de Sexta de Carnaval