Você está aqui
Página Inicial > Carnaval 2017 > Estação Primeira de Mangueira anuncia os novos coreógrafos da Comissão de Frente

Estação Primeira de Mangueira anuncia os novos coreógrafos da Comissão de Frente

Compartilhe:

A escola de samba, Estação Primeira de Mangueira, anunciou em sua rede social mais uma contratação visando a próxima folia.

Após três anos de belas apresentações, que levaram a escola de volta ao desfile das campeãs, incluindo o título de 2016, com o enredo “Maria Bethânia, a Menina dos Olhos de Oyá”, a Mangueira anunciou a contratação dos renomados coreografos da comissão de frente Priscilla Mota e Rodrigo Negri, um sonho do torcedor mangueirense e atendido pela direção da escola.

Responsáveis por trazerem inovação ao carnaval, Priscila e Rodrigo representaram em 2010, na Unidos da Tijuca, um divisor de águas ao quesito comissão de frente. A troca de roupas dos bailarinos em segundos impressionou o público e encantou os jurados, mostrando que o casal vinha para ficar. A dupla continuou dando show em 2011, também na escola do Borel, com um belíssimo efeito de ilusionismo e seguiu seu talento e conquistando notas máximas para às escolas.

Para o presidente Chiquinho da Mangueira, cada esforço que a escola está fazendo para trazer o casal Priscilla e Rodrigo será recompensado pelo talento deles e trará muitas alegrias ao torcedor, que pediu nas redes sociais a contratação da dupla.

Foto: Divulgação

“A Mangueira está de volta ao seu lugar e tem brilhado com todas as outras escolas co-irmãs na Sapucaí. A chegada da Priscilla e do Rodrigo reforça o nosso comprometimento em lutar por títulos e realizar um carnaval sério. São dois grandes artistas, com histórico de sucesso comprovado no carnaval, que agora vestem as cores verde e rosa e chegam para somar, se juntando ao nosso time já talentoso. Estamos alegres e esperançosos de mais um grande carnaval em 2019”, finalizou o presidente Chiquinho.

Priscilla Mota e Rodrigo Negri conseguiram arrancar todas as notas máximas dos jurados, os 40 pontos, em 2010, 2011, 2012, 2015 e 2016. Em 2013, 2014 e 2017, os dois atingiram os 30 pontos, nota máxima regulamentar. Já em 2018 a dupla perdeu um décimo, foram dois 10, um 9.9 e outro 9.8, que foi descartado.

Compartilhe:

Comente este notícia

Top