Você está aqui
Página Inicial > Carnaval 2015 > Feliz, Jaime Cezário exalta Porto da Pedra e seu enredo

Feliz, Jaime Cezário exalta Porto da Pedra e seu enredo

Compartilhe:

 

Como diria Chico Anysio, tem que chamar um profissional. Depois da divulgação da sinopse-catástrofe e do excêntrico desmentido setenta e duas horas depois, atribuindo a uma profissional de imprensa aquele ‘roteiro do tinhoso’, a extraordinária Unidos do Porto da Pedra, escola de imensa tradição e grandes desfiles, apresentou nesta segunda-feira, durante o sorteio da ordem de desfile da Série A, o carnavalesco Jaime Cezário, que defendia a Acadêmicos do Cubango em 2015.

Feliz, o artista falou ao Tudo de Samba sobre como aconteceu o convite e sobre sua imensa alegria em representar a escola, que reputa como uma casa sua, e da admiração que tem pela alvirrubra, historicamente uma referência de qualidade e performance.

– Já estava conversando com a escola há algum tempo e acabei fechando semana passada. Divulgariam apenas na quarta-feira, mas os acontecimentos recentes acabaram antecipando os fatos e isso foi muito bom, já que pude estar com a comunidade no momento do sorteio. Cheguei lá em cima da hora mas curti demais o evento. Foi uma delícia – afirmou.

cezarioempeSempre reforçando o valor desta oportunidade de trabalho, Jaime exalta o enredo em homenagem ao palhaço carequinha. Conhecedor de sua trajetória e fã do ícone gonçalense, entende que o tema vem ao encontro da necessidade da Porto em retomar seu espaço entre as boas escolas do carnaval. Citou o fato de seus amigos de fora do Rio de Janeiro terem parabenizado seu novo trabalho, exatamente porque conheciam a escola, sua estrada e o grau de qualidade que sempre atingiu.

– Sou da casa e conheço bem o que é esta escola. Um enredo como a homenagem que faremos ao maior palhaço brasileiro, e que escolheu nossa terra para viver, é tudo o que a Porto da Pedra precisa para voltar ao seu lugar. Sempre fomos referência de qualidade, de luxo. Nossa quadra é a primeira ‘Arena Fifa’ do samba e isso inspirou as outras escolas a melhorarem também. Vários amigos vieram me parabenizar pelo contrato e os de fora do Rio sabiam da dimensão desta escola. Vamos elevá-la novamente, aos patamares merecidos – vibrou.

Quanto à posição no desfile, terceira a se apresentar na sexta-feira de carnaval, Cezário dá de ombros e lembra que o exemplo do Império Serrano do último ano, que acabou obtendo a terceira colocação, é o que deve servir como exemplo.

– Não vejo o menor problema em desfilar sexta-feira e logo de cara. O que vale é o trabalho, é a apresentação, o resto é desculpa. O caso do Império Serrano foi esse. Com dificuldades e desfilando ali, acabou lutando pelo título. E vamos fazer exatamente isso, já que temos escola e comunidade – finalizou.

Compartilhe:

Comente este notícia

Top