in , , ,

Império da Tijuca: presidente da ala de compositores pede pra sair e presidente da escola diz que a saída foi porque ele perdeu a disputa de samba

(Foto: Arquivo pessoal): Alexandre Moreira assumiu a ala de compositores após o desfile deste ano
(Foto: Arquivo pessoal): Alexandre Moreira assumiu a ala de compositores após o desfile deste ano

A mais recente polêmica no mundo do samba envolve o presidente do Império da Tijuca, Antônio Marcos Teles, o Tê, e Alexandre Moreira, que assumiu em abril deste ano o comando da ala de compositores da agremiação. Em nota enviada pela assessoria de imprensa da escola comunicando a saída de Moreira, concretizada nesta terça-feira, 21, o presidente Tê insinua que Moreira teria pedido afastamento porque a obra assinada por ele e seus parceiros não foi a vencedora na disputa de samba-enredo da agremiação para o desfile de 2015.

– Essa atitude me passa a impressão de que, após perder a nossa disputa de sambas-enredo, o Alexandre optou por deixar a presidência da Ala dos Compositores. Respeito a decisão dele e, nos próximos dias, vou me reunir com minha comissão de Carnaval para pensarmos no melhor para a Ala dos Compositores do Império da Tijuca.

Alexandre Moreira, um dos autores do samba do desfile de 2013, quando a escola foi campeã do Acesso e chegou ao Grupo Especial, diz que, embora tenha sido derrotado em outras ocasiões no concurso de samba-enredo, nunca deixou de frequentar a escola.

– Em 2013, para o desfile de 2014, perdi com um samba que era considerado pela critica, especialistas e pelo mundo do samba de uma forma geral, o grande samba de 2014. Perdi para uma obra que era considerado mais empolgante. Entendi as razões dele, visto que a escola iria abrir o desfile. No dia seguinte, estava na quadra cantando o samba vencedor a plenos pulmões. Como o regime é presidencial e quem escolhe é o Tê, respeito as decisões e escolhas dele, independente da do forma como são feitas… Entreguei a carta informando minha saída ao presidente ontem. Saio por motivos pessoais e  e também por me sentir desmotivado.

A escola informa que, nos próximos dias, anunciará o nome do novo responsável pela ala de compositores.

O Império da Tijuca, última colocada do Grupo Especial este ano, voltará à Sapucaí em 2015, na disputa pelo título da Série A, com o enredo “O Império nas águas doces de Oxum” – assinado pelo carnavalesco Júnior Pernambucano.

What do you think?

0 points
Upvote Downvote

Written by Redação TDS

Wantuir terá participação especial de Wander no samba da Portela

Viradouro vivenciando dias de graça