in

Império Serrano fez desfile que pode colocar a escola de volta ao Grupo Especial

“Silas canta Serrinha” foi o enredo que o carnavalesco Severo Luzardo, estreante na escola, criou para o Império Serrano mostrar na Avenida. E o artista fez bonito na homenagem ao autor de “Aquarela Brasileira”, um dos maiores clássicos de sambas-enredo de todos os tempos, revelando, também um pouco da história e da vida no morro d Serrinha, local onde a verde e branco nasceu.

O samba, que tem entre os autores o bamba Arlindo Cruz, foi bem cantado pelos componentes e a bateria de mestre Gilmar foi outro destaque, assim como o casal, Feliciano e Raphaela, que só deve ser penalizado por conta do vento que soprou quando Rhaela se apresentou em frente a uma das cabines.

O Império deixou em muita gente que assistiu a passagem da escola a certeza de que foi um dos melhores desfiles imperianos dos últimos tempos, principalmente nos chamados quesitos plásticos. O que pode até levar a agremiação a abocanhar o título.

Confira as fotos do desfile:

Crédito das fotos: Divulgação/Riotur

01

08

07

06

05

04

03

02

09

10

 

What do you think?

0 points
Upvote Downvote

Written by Elisa Fernandes

Inocentes de Belford Roxo fez bela homenagem a Cacá Diegues

Caprichosos de Pilares decepcionou na homenagem a Petkovic