Você está aqui
Página Inicial > Carnaval 2013 > Inocentes estreou no Especial com desfile regular sobre a Coréia do Sul

Inocentes estreou no Especial com desfile regular sobre a Coréia do Sul

Compartilhe:

Com desfile sobre a Coréia do Sul e com enredo intitulado “As Sete Confluências do Rio Han”, do carnavalesco Wagner Gonçalves, a Inocentes de Belford Roxo foi a primeira escola do Grupo Especial carioca a se apresentar na Avenida na noite de domingo. A escolha do tema para o desfile de estreia da escola da Baixada Fluminense na elite das agremiações se deu pela possibilidade de patrocínio de empresários do país asiático, mas a ajuda financeira, que acabou não chegando. E pode ter sido justamente a escolha do enredo, que nem sempre foi abordado de forma que permitisse ao público uma fácil compreensão do que estava sendo contado, que pode ter impedido que a tricolor tivesse uma maior participação da plateia, fazendo com que o desfile fosse frio.

O início da apresentação, com a comissão de frente comandada por Patrick Carvalho e que abordou o calendário lunar, agradou e ganhou aplausos logo no setor 1.  quando os integrantes do grupo, após simularem movimentos de lutas marciais, subiam no elemento cênico e reapareciam, no alto do carro, com fantasias que pareciam feitas de pedra, como animais que simbolizavam cada sigo do horóscopo oriental. Mas a apresentação era muito demorada, o que acabou levando a escola a impor um ritmo um pouco lento de desfile.

O experiente e consagrado casal de mestre-sala e porta-bandeira, formado por Rogerinho e Lucinha Nobre, também foi saudado com aplausos por quem ocupava os primeiros setores da Passarela do Samba.

A obra que serviu de trilha sonora do desfile, embora de letra simples, não foi cantada por todos os componentes. Alas seguidas, provavelmente comerciais, deixaram de cantar o samba, apesar da boa interpretação do veterano Wantuir e do jovem Thiago Britto.

Em relação a alegorias, o segundo carro, que representava a ancestralidade, tinha problemas de acabamento e atravessou a Avenida com pedaços de ferro aparecendo. Outro problema que a Inocentes enfrentou foi no quesito evolução, por conta de alguns espaços abertos na pista, o que pode levar a escola a perder alguns décimos.

Fotos: Riotur

[nggallery id=150]

Compartilhe:

Comente este notícia

Deixe uma resposta

Top