Você está aqui
Página Inicial > Carnaval 2015 > Mesmo abrindo desfile de sábado, Marcus Ferreira sonha com maior desfile da Curicica

Mesmo abrindo desfile de sábado, Marcus Ferreira sonha com maior desfile da Curicica

Compartilhe:

É sabido que a posição mais complicada para se desfilar é a abertura dos desfiles. Por diversas razões. Na Série A, tanto pior, dada a menor presença de público no horário. Frieza das pessoas, eventuais equívocos em som e luz, a escola que inicia os trabalhos vira uma espécie de cobaia da noite de desfiles. Mas regra é regra e a União do Parque Curicica já sabia que teria esta incumbência no sábado de carnaval de 2016. O carnavalesco Marcus Ferreira falou ao Tudo de Samba sobre o que espera da aventura.

– A gente tem que estar preparado. Sabia que iríamos abrir o sábado de carnaval e não é um posição muito favorável, já que abrir carnaval sempre é difícil. Mas temos que estar preparados para tudo e vamos atrás de um grande desfile – avisou.

marcusferreiraempeCom passagens por diversas escolas, tendo inclusive assinado dois desfiles na Estácio de Sá, os três últimos carnavais foram difíceis para o artista. Na Unidos do Jacarezinho, em 2013, e na Renascer de Jacarepaguá, no ano seguinte, conviveu com ausência de recursos e não conseguiu sair desta armadilha. Com a nova oportunidade na segunda divisão, avisa que está arrumando a casa, reorganização feita ao lado do diretor de carnaval, Jeferson Carlos, que conhece bem a tricolor, e vibra com o início da preparação assim tão cedo. Um recorde em sua carreira. Com enredo definido e trabalhando nos protótipos, vê com otimismo este ciclo carnavalesco.

– Iniciamos o protótipo, já arrumamos a casa, junto com a direção de carnaval, o Jeferson Carlos. Estamos reorganizando a escola, já que passou por apuros no último carnaval. A Curicica vinha numa linha crescente e o intuito é fazer um grande carnaval. É sair desta posição desfavorável, décimo, décimo-segundo, a escola tem um grande chão, uma boa equipe, se estruturou. Eu vim de trabalhos muito difíceis mas estou encontrando até agora uma posição favorável de trabalho. Nunca iniciei um carnaval tão cedo e para mim está sendo um facilitador – comemorou.

Após apresentar o tema “Corações Mamulengos”, uma grande homenagem aos artistas bonequeiros, denominado mestres da cultura do teatro de bonecos, que teve sua origem em Pernambuco, Ferreira aposta no resgate da alegria do carnaval, o qual reputa como muito sério nos dias de hoje. Feliz com a boa receptividade na escola, enxerga uma boa hora para reinventar-se como profissional e sonha alto, vislumbrando protagonizar talvez o maior desfile da história da Curicica.

– A receptividade foi muito boa. Lógico que acontece um casamento e eu venho mudando de casas. A escola está feliz com a escolha do enredo, que foi super bem recebido pela crítica e o nosso intuito é dar um caráter feliz para o carnaval, que está muito sério. O carnaval da Curicica vem trazendo um propósito de um diferencial, não só no tema mas nas fantasias. Estou procurando reinventar minha maneira de fazer carnaval e a gente está trabalhando nesta luta, de fazer um grande carnaval. Quem sabe o maior carnaval da escola? – sonhou.

A União do Parque Curicica, que será a primeira a pisar a avenida no dia 6 de fevereiro de 2016, terminou na décima segunda  colocação, com duzentos e noventa e quatro vírgula oito pontos, no último carnaval.

Ouça o carnavalesco, clicando abaixo.

Compartilhe:

Comente este notícia

Top