Você está aqui
Página Inicial > Carnaval 2017 > Mestre Vitinho se junta ao Mestre Luygui no comando da Bateria da Unidos da Ponte

Mestre Vitinho se junta ao Mestre Luygui no comando da Bateria da Unidos da Ponte

Compartilhe:
Após se destacar com uma das baterias mais premiadas da Série B este ano, o Mestre Luygui está confirmado pela diretoria da Unidos da Ponte e contará com a parceria do Mestre Vitinho para o próximo carnaval. Em 2019, Luygui fará seu 4º trabalho à frente da Bateria Ritmo Meritiense, o primeiro de ambos na Marquês de Sapucaí.
Apesar da pouca idade, Luygui Silva, de 22 anos, tem um currículo vasto. Começou como ritmista na Grande Rio, passou por diversas escolas como Portela, União da Ilha, Imperatriz, Vila Isabel, São Clemente, Tuiuti, entre outras, além de trabalhos como diretor na Alegria da Zona Sul, Unidos de Padre Miguel, Em Cima da Hora, Arranco e Porto da Pedra.
“Minha expectativa é muito grande, pois vou estrear no grupo A. Um salto na minha vida como mestre de bateria e mais um sonho de muitos que estou realizando. Não esperava chegar tão novo assim no grupo de acesso, mas foi a vontade de Deus. Confesso que já estou ansioso pra começar os trabalhos”, contou, Mestre Luygui.
Vencedor dos prêmios Oscar do Samba, Brilho da Série B e Samba Na Veia nos três anos como mestre de bateria da Unidos da Ponte, Luygui terá ao seu lado o Mestre Vitinho, que é diretor de bateria da Portela, com passagens por Cubango, União de Jacarepaguá, Unidos de Padre Miguel, Unidos de Bangu, Alegria da Zona Sul e Curicica.
“Será uma honra estrear como mestre da bateria na Marquês de Sapucaí ao lado do Luygui, pois ele é mais que amigo, é um irmão. Espero corresponder à expectativa de todos da direção da escola e agradeço de coração pela oportunidade. Vamos que vamos, pois o carnaval e logo ali”, disse, Mestre Vitinho.
A diretoria da Unidos da Ponte segue buscando a definição da equipe de trabalho, para poder confirmar o enredo que será apresentado no retorno da escola à Marquês de Sapucaí em 2019. A comunidade de São João de Meriti, bem como os simpatizantes da Azul e Branco tem se mobilizado nas redes sociais em apoio à agremiação que ficou 12 anos fora do principal palco do Carnaval Carioca.
Foto: Divulgação
Compartilhe:

Comente este notícia

Top