Você está aqui
Página Inicial > Carnaval 2012 > Renascer abriu espetáculo das grandes escolas no Sambódromo

Renascer abriu espetáculo das grandes escolas no Sambódromo

Compartilhe:

Estreante no Grupo Especial, a Renascer de Jacarepaguá abriu na noite de domingo, 19, o espetáculo da elite do Carnaval carioca homenageando o artista plástico Romero Britto. Além da ingrata tarefa de ser a primeira a desfilar e de ter que enfrentar o público ainda frio, a agremiação mostrou que ainda tem muito que amadurecer em termos de organização. Na formação da escola, na Avenida Presidente Vargas, muitos componentes tiveram dificuldades em localizar suas respectivas alas e, algumas vezes, quando pediam orientação aos diretores de harmonia, não encontravam resposta. Na entrada da escola, a direção de harmonia decidiu inovar, dando um espaço de uns 30 metros entre as alas. Somente quando a ala da frente entrava na pista em frente ao setor 1, a ala seguinte era autorizada a se movimentar. Ainda que a estratégia, nunca utilizada por nenhuma outra agremiação tenha acontecido quando a escola ainda não estava sob avaliação dos jurados, os componentes, que vinham embalados lá de trás, eram obrigados a parar desnecessariamente, quebrando a animação na entrada na Avenida.

O pouco investimento da escola na qualidade dos materiais utilizados, principalmente nas fantasias, também prejudicou o visual de algumas alas, embora a qualidade do trabalho do carnavalesco Edson Pereira, responsável pelo desenvolvimento do enredo “Romero Britto: o artista da alegria dá o tom na folia”, tenha ficado evidente.

As alegorias que ilustraram a história de vida e de carreira de Romero Britto apresentaram alguns problemas, como alguns adereços que se desprenderam antes mesmo de a escola passar em frente à primeira cabine de jurados.

A comissão de frente, liderada pela coreógrafa Alie Arja, representou a arte popular nordestina com mistura de cores, e foi bem recebida pelo público.

Um dos pontos altos do desfile foi o canto dos componentes. Com a maioria das fantasias leves, atravessaram a Avenida com alegria.

Romero Britto, que desfilou no último carro, deixou a Avenida ciente que a homenagem que recebeu na escola de Jacarepaguá foi um passo importante para aumentar sua popularidade em terras nacionais, uma vez que sua carreira é sucesso nos Estados Unidos, onde mora há alguns anos.

A bateria teve à frente a rainha Patrícia Nery, se não teve erros em sua apresentação, também não empolgou.

Competindo com tradicionais escolas, a Renascer aguardará com ansiedade a abertura dos envelopes dos julgadores, na Quarta-Feira de Cinzas, esparando conseguir difícil tarefa de se manter na etite do Carnaval carioca, já que duas escolas serão rebaixadas.

Fotos: Divulgação/RIOTUR

[nggallery id=116]

Compartilhe:

Comente este notícia

Top