in , , ,

São Clemente fez desfile morno

Por Simone Fernandes e Fábio Pavão

Primeira escola a se apresentar neste domingo, abrindo os dois dias de desfiles do Grupo Especial, a São Clemente não empolgou em sua passagem pela Avenida.

Para contar o enredo “O seu, o meu, o nosso Rio, abençoado por Deus e bonito por natureza!”, o carnavalesco Fábio Ricardo abusou de cores fortes nas fantasias. Mas o conjunto de figurinos criados pelo artista, que fez sua estreia no Grupo Especial, em termos de criatividade, foi irregular, ficando abaixo de trabalhos que apresentou no Grupo de Acesso A pela Acadêmicos da Rocinha, onde deu expediente nos últimos anos. A irreverência do último setor “(Ser carioca é…”), foi muito bem traduzida nas fantasias, revivendo, com bom gosto, o estilo que notabilizou o passado da São Clemente. O esmero na confecção das alegorias foi ponto positivo no desfile, embora os carros tivessem tamanho inferior à média de escolas do Grupo Especial.

Na comissão de frente denominada “Conselho Deliberativo da Criação”, a irreverência que foi marca da escola no passado esteve presente com personagens do cotidiano do carioca, com prancha, surfista e bicicleta. O grupo foi bem recebido pelo público.

A entrada da bateria no segundo boxe acabou provocando uma certa correria na altura do setor 9. Os ritmistas entraram depressa demais no boxe o que levou as alas que vinham atrás a acelerar demais o passo.

O canto da escola foi bom, embora não tenha sido homogêneo, principalmente por conta de alas comerciais, e o samba, mediano, não empolgou.

What do you think?

0 points
Upvote Downvote

Written by Redação TDS

Caprichosos não pode fugir do rebaixamento

Hebe Camargo e Pamela Anderson na Sapucaí