Você está aqui
Página Inicial > Carnaval 2017 > Serie B: Anderson Paz é o novo intérprete da Vizinha Faladeira

Serie B: Anderson Paz é o novo intérprete da Vizinha Faladeira

Compartilhe:
Foto: Jailton Pimentel
A Vizinha Faladeira, que conquistou o quarto lugar da Série B, prossegue com a contratação de mais um grande profissional para o Carnaval 2019. Trata-se do intérprete Anderson Paz, que junto com o carro de som da Pioneira, será a voz oficial da azul, vermelho e branco do Santo Cristo. Anderson, que frequenta o bairro do Santo Cristo há mais de 20 anos, foi a surpresa que o presidente David dos Santos e diretoria apresentaram na feijoada no último sábado, dia 15, à comunidade, componentes e segmentos da Vizinha Faladeira.

“Hoje é um dia especial para a nossa Vizinha Faladeira. Queremos apresentar o nosso novo intérprete Anderson Paz. Seja bem-vindo Anderson e juntos vamos trabalhar para conquistarmos o título no Carnaval 2019”, ressaltou o presidente David dos Santos, acompanhado do presidente de honra, Marcus Vinícius.

O novo intérprete começou sua trajetória no samba na bateria do bloco “Mataram meu Gato, da comunidade Nova Holanda. Naquela época, segundo ele, já gostava de cantar em dias de disputa de samba.

“Naquele tempo, um dia, faltou o cantor oficial. O compositor Sérgio Pinto me chamou para cantar no bloco “Mataram meu Gato”, hoje atual Gato de Bonsucesso. O samba foi campeão da disputa e a presidente, Denise Reis, me convidou e passei a ser o cantor oficial do bloco. De lá para cá, passei pela Portela (apoio em 1991 e apoio de som em 1994); cantei com diversos cantores como Rixa, Dedé da Portela, Celino Dias, Carlinhos de Pilares, entre outros”, destacou Paz.

Ele ainda esteve na Lins Imperial, em 2000, pelo Grupo B, como cantor oficial e recebeu o troféu Samb@Net de Revelação do Ano.

“Passei também pela São Clemente na Série A, em 2001, quando a escola foi vice e subiu para o Grupo Especial; em Guapimirim, de 2002 até 2204; na Acadêmicos da Rocinha, 2005 e 2006; Estácio, 2006 e 2007; Acadêmicos da Rocinha e Unidos do Peruche, em São Paulo, 2009; e Paraíso do Tuiuti, 2010. De 2011 a 2012, estive fora do Carnaval. De 2013 a 2017, estive na Unidos do Porto da Pedra; 2018, na Inocentes de Belford Roxo. Estou chegando para somar na Vizinha Faladeira. ‘Sem comparação, meu pavilhão é só emoção, Vizinha, Morro do Pinto, Santo Cristo. Segura aí, salve as crianças'”, soltou seu grito guerra.

Compartilhe:

Comente este notícia

Top